Radio Gameleira Fm 87,9 FM
Publicidade
Publicidade
Rio Branco/AC
Min.
Máx.
Polícia acredita em morte natural de mulher e marido levado para depor é liberado em Rio Branco
27/03/2018

Syslanne da Silva foi encontrada morta na manhã desta sexta (23) (Foto: Arquivo pessoal)A Polícia Civil do Acre informou, nesta terça-feira (27), que acredita que Syslane Rocha da Silva, de 38 anos, morreu de causas naturais. O marido dela, conduzido à delegacia após chamar o socorro para a mulher, foi liberado depois do depoimento. Apesar da suspeita, a polícia espera o laudo cadavérico para confirmação.

O marido de Syslanne alegou ter encontrado a mulher com convulsões dentro de casa, na sexta (23). Porém, ele foi conduzido para delegacia após a polícia identificar algumas lesões pelo corpo da mulher. Ainda segundo a polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pelo marido da vítima. A mulher morreu antes de receber ajuda, e o Samu só constatou o óbito.

“Tinha umas lesões, mas ela estava tendo um ataque por causa do uso de drogas e ele afirmou que segurou ela. O perito falou, ainda no local, que aquelas lesões não eram possíveis causar o óbito. Estamos acreditando que ela passou mal mesmo, pode ter sido um ataque cardíaco”, declarou o delegado que investiga o caso, Cristiano Bastos.

O delegado informou ainda que não recebeu o resultado do laudo cadavérico de Syslane. O G1 foi informado no Instituto Médico Legal (IML) que a causa da morte foi indeterminada.

"Temos que aguardar o laudo. Não temos informação se foi crime. Se foi natural para nós não tem crime, a não se que a gente consiga identificar. Mas, não identificamos, não há registro de ocorrência, os vizinhos não relataram se eles brigaram", concluiu.

Fonte: g1.globo
Programa Nosso Sonho Nosso Tempo
00:00 as 06:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Travessa Cabanelas, 40 - Rio Branco/AC
Ligue agora
(68) 9956-3906
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS