Radio Gameleira Fm 87,9 FM
Publicidade
Publicidade
Rio Branco/AC
Min.
Máx.
Discórdias entre MDB e PSDB podem comprometer a oposição nas eleições
09/03/2018

É um abacaxi dos grandes para o principal candidato da oposição Gladson Cameli (PP) descascar esse permanente fogo cruzado entre o MDB e o PSDB. Afinal são dois dos maiores partidos nacionais, com tempos representativos de televisão e grande bancadas no Congresso Nacional. O pomo da discórdia entre as duas legendas no Acre é a briga pessoal entre o deputado federal Major Rocha (PSDB) e o pré-candidato ao Senado Márcio Bittar (MDB). As desavenças entre eles ultrapassou os limites individuais para se tornarem partidários. Quem “apoia” um “odeia” o outro. Agora, eu pergunto: como será essa convivência quando começar a campanha? A minha impressão é que vai ter muito “fogo amigo”. Falta de juízo total entre lideranças mais experientes da oposição como o deputado federal Flaviano Melo (MDB) e Vagner Sales (MDB) que deveriam atuar como bombeiros para acabar com essa rivalidade ao invés de alimentá-la. O fato é que será complicado uma dobradinha de candidatos ao Senado entre Bittar e Petecão (PSD) com todos unidos em torno dos dois nomes. Se o senador Gladson Cameli não colocar todos na mesma sala e “puxar as orelhas” poderá ter uma campanha com constantes focos de incêndios para apagar em meio a batalha que será a disputa pelo Governo do Acre em 2018.

Cotoveladas
No ápice dessa disputa insana entre MDB e o PSDB está a indicação do vice de Gladson. Pelo que tenho acompanhado parece que o desejo dos medebistas é alijar os tucanos da chapa majoritária. É o tipo de situação que pode deixar um rosário de mágoas e de vinganças para explodirem quando a campanha estiver em curso.

Uma coisa é certa
Pelos comentários que ouço nas diferentes frentes da oposição quem vai apoiar o Bittar não irá casar voto com o Petecão e vice versa. Com isso os demais candidatos ao Senado podem ser beneficiados com essa dissidência.

Vice do PSDB
Isso seria o natural se todos tivessem juízo na oposição. Fala-se no DEM, mas com a provável saída do Bocalom (DEM) o partido deverá perder um número significativo de filiados que irão apoiar a candidatura do Coronel Ulysses (Sem partido). Não existe a hipótese do DEM inteiro vir a apoiar o Gladson.

Entregou, desapega
Se o combinado é o PSDB indicar o vice deixa que o partido o faça.Obviamente que o nome tem que ser referendado pelo candidato ao Governo. Então seria fácil se os tucanos apresentassem quatro ou cinco nomes para que Gladson escolhesse um e pronto.

Um ou outro
Pelo andar da carruagem acho muito difícil o MDB e o PSDB estarem juntos e em paz na chapa da oposição. Pode surgir aquela situação extrema em que o Gladson terá que optar por um dos dois. Mesmo assim continuará sendo um candidato forte porque essa história de “união das oposições” virou um conto de fadas. Na hora H os eleitores votam em nomes e não em partidos, isso que muita gente ainda não entendeu.

Missão árdua
A vice-prefeita Socorro Nery (PSB) irá assumir a prefeitura de Rio Branco, no começo de abril, com o compromisso de dar sustentação ao prefeito Marcus Alexandre (PT), candidato ao Governo. Se até setembro as ruas da Capital não estiverem recuperadas conta como ponto negativo para o Marcus.

Questão de ponto de vista
Li sobre o empréstimo que a prefeitura de Rio Branco fará de R$ 15 milhões para terminar o Shopping Popular. Se eu estivesse no lugar dos gestores investiria esse dinheiro para recapear as ruas da Capital e deixa-las um tapete. Quantos mercados públicos temos hoje em Rio Branco para abrigar o pessoal da economia alternativa, ou seja, camelôs e afins? São muitos e estão bem cuidados. Não acho que essa seja uma obra essencial para a cidade.

Assim é se lhe parece
Na minha opinião, um prefeito que cuida bem das ruas, do lixo e dos postos de saúde está em alta. Existem muitas obras que parecem dar um retorno eleitoral enorme, mas que na prática não dão. Sou adepto do simples. Me parece muito mais eficiente.

Mulheres em alta
Muito se reclamou do pouco espaço das mulheres na política acreana. Mas estamos em vias de podermos ter duas delas em cargos majoritários importantes. Socorro Nery será a primeira prefeita da história de Rio Branco. E se o Gladson ganhar o Governo, Mailza Gomes (PP), será senadora.

A semana promete
Passado o feriado, teremos uma semana quente na oposição. Até o dia 15 será anunciado o nome do vice do Gladson. Seja quem for não irão faltar os protestos e as insatisfações. Por outro lado, o deputado federal Alan Rick (DEM) deve voltar com o DEM debaixo do braço e sob seu controle depois da Convenção Nacional em Brasília. Consequentemente Bocalom deve anunciar para onde vai com o seu grupo e a candidatura de Ulysses. Notícias não irão faltar…

Fonte: ac24horas
Programa Celeiro Rural
17:00 as 19:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Travessa Cabanelas, 40 - Rio Branco/AC
Ligue agora
(68) 9952-8991
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS